segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Como apoiar a mãe que está amamentando?

No post anterior eu falei sobre a Semana Mundial de Aleitamento Materno  e sobre o seu tema que é "Apoio às mães que amamentam". Mas você sabe como dar esse apoio?  Neste post quero apresentar algumas dicas de como você que tem algum familiar ou amiga que está amamentando pode incentivar esse momento especial e importante pra saúde do bebê e da mãe.

1- Ajuda "de vó":

É aquela boa e velha ajuda que a gente, geralmente, recebe das pessoas mais próximas: mãe, sogra, vó e marido. Mas essa ajuda não precisa vir necessariamente dessas pessoas que citei. Foi visitar o neném de uma colega? Se ofereça pra lavar a louça, leve alguma coisa pro lanche ou para o almoço. A visita é para uma amiga mais próxima? Então cozinhe pra ela e aproveite pra deixar alguma coisa congelada, lave a roupa suja da família, fique com o bebê pra mãe tomar um banho caprichado, passe a montanha de roupa suja que se acumulou.
Muitas vezes o bebê fica um tempão mamando e, enquanto isso, a mãe não tira as coisas que ela tem pra fazer da cabeça. É estressante, tira a tranquilidade que ela deveria ter neste momento. Temos o costume de pensar que essas pequenas coisas não ajudam, mas ajudam sim, e bastante!


2- Seja atencioso na hora de escolher os presentes:

 Mamadeiras e chupetas devem ficar longe das suas opções de presentes. São acessórios muito pessoais e cabe somente aos pais decidir se o bebê vai usar ou não e escolher o modelo que mais agrada. Alguns acreditam que faz o bebê desaprender a pegar o seio (a famosa confusão de bicos) então só deve ser usada quando a amamentação já estiver bem estabelecida, quando tive a Isabel pesquisei sobre esse assunto e há controvérsias, na dúvida decidi não arriscar. 
Prefira presentes que apoiem o aleitamento materno como: almofadas para amamentar, conchas de silicone, absorventes laváveis para os seios, sutiãs de amamentação, poltrona da mamãe, garrafinha de água ( amamentar dá uma seeede!), bombinha elétrica ou manual de extração de leite, potes especiais para o armazenamento do leite, bico de silicone ( só deve ser usado como último recurso, no casa de muita dor ou fissura ao amamentar), livros sobre o tema, etc.

3- Palpites?! Só se for apoiando a amamentação no peito:

Apesar das crenças populares não serem comprovadas cientificamente, eu acho muito bacana quem chega dando esses conselhos. Por exemplo pra rachaduras nos seios: passar casca de mamão, esfregar com esponja vegetal, tomar sol nos mamilos, passar o próprio leite. Ou para ter mais leite: tomar canjica, beber bastante leite... pelo menos é sinal que a pessoa torce pelo seu sucesso na amamentação!
Agora frases do tipo "O seu leite é fraco e seu filho é gordinho! Dá logo mamadeira pra essa criança!" não ajudam em NADA! Imagine só, seios doloridos pois o bebê ainda não sabe mamar direito,exaustão pelo fato do bebê chorar de hora em hora com fome, aí vem alguém e fala isso?! Nenhuma mãe quer ver seu filho com fome! É um passo pra ela desistir de vez com a amamentação.
Outra frase bem comum é "Seu seio é muito pequeno, você é muito magrinha (ou) seu mamilo é plano/invertido você nunca vai conseguir amamentar!", TUDO MITO! E além disso são frases que desestimulam a mulher que quer e sonha em amamentar seu filho.
Quer ajudar? Pesquise sobre a dificuldade que ela está passando, indique links, se não entende do assunto, aconselhe que ela procure um banco de leite mais próximo, lá eles são craques em tudo referente à amamentação. Conte sua experiência sempre sendo sincera, mas, mesmo que não tenha dado certo pra você, apoie para que dê certo para essa mãe.



#SMAM2013 #SMAM #semanamundialdoaleitamentomaterno #semanamundialdaamamentação


Nenhum comentário:

Postar um comentário