sexta-feira, 5 de julho de 2013

O primeiro trimestre de gestação







Como são os três primeiros meses de gravidez: nesta fase o seu bebê ainda é um pequeno embrião que se desenvolve rapidamente. Com um mês ele mede aproximadamente 1,25 mm, com dois 20 mm e com três ele chega a marca de 60 mm e já começa a ter a aparência de um bebezinho.

É o melhor momento para rever seus hábitos alimentares e incluir bastante ferro e ácido fólico nas suas refeições, inclusive os médicos sempre fazem a suplementação destes elementos para suprir as necessidades recomendadas, já que muitas mamães não têm o costume de comer os alimentos ricos nestas vitaminas.
O ácido fólico é facilmente encontrado nas folhas verde-escuras: couve, agrião, escarola, rúcula, brócolis.
O ferro é encontrado nos alimentos de origem animal e nos grãos: peixe, ovos, fígado, feijão, lentilha, ervilha, quinua, aveia. Algumas verduras também são ricas em ferro: rúcula, agrião e mostarda. Depois de um almoço ou jantar com bastante ferro é recomendado ingerir frutas que contenham vitamina C (goiaba, laranja, acerola, abacaxi) que potencializam a ingestão dela no organismo. Após estas refeições fuja dos laticínios pois são inibidores da absorção de ferro.

Sintomas mais comuns no primeiro trimestre: muitas mulheres sentem vontade constante de fazer xixi, isso acontece pois o útero esta aumentando e pressionando a sua bexiga. Cansaço também é um sintoma deste período, dá-se devido as rápidas mudanças hormonais,por causa da descoberta da gravidez e ansiedade pelo que virá. Mas a grande "unanimidade" são os famosos (e horríveis!) enjoos, mas saiba que isso é um bom sinal, significa que a sua gestação vai bem e que a produção extra de hormônios esta acontecendo dentro da normalidade.

 Coisas que ninguém te conta: É muito comum que ocorram abortos espontâneos na primeira vez que se engravida, e isso ocorre geralmente entre o 2° e 3º mês de gestação, muitas mulheres até mesmo engravidam, perdem e nem se dão contam que engravidaram um dia. Se isso acontecer com você, não desanime! Procure um ginecologista para saber a verdadeira causa mas tenha em mente que isso acontece com mais frequência que imaginamos.

No próximo post quero compartilhar com vocês como foi que eu me senti nos três primeiros meses da gravidez da Isabel...mas já adianto: só não foi pior que o último trimestre!!! aiiii mãe sofre viu!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário